fbpx
Connect with us

Esportes

Mato Grosso do Sul termina o Brasileiro Sub-18 de Judô com cinco medalhas

O evento foi organizado pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ)

Publicado

on

A delegação que representou Mato Grosso do Sul no Campeonato Brasileiro Sub-18 de Judô voltou para a casa com a mala mais pesada. Duas medalhas de ouro e três de bronze foram conquistadas pelos sul-mato-grossenses na competição, que neste ano foi sediada em Vitória (ES), nos dias 25 e 26 de junho. O evento foi organizado pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ), e os atletas contaram com o apoio do Governo do Estado, através da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) para participar das disputas.

No quadro de medalhas geral e masculino, Mato Grosso do Sul figurou em quarto lugar, atrás de São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro. No quadro feminino, o estado terminou em terceiro lugar, atrás de São Paulo e Paraná. “Mato Grosso do Sul mais uma vez figura entre os melhores do Brasil. Esse é o resultado do esforço e dedicação de nossos atletas, além do investimento do Governo do Estado em seus talentos. Este é apenas o início de uma carreira brilhante”, declara o diretor-presidente da Fundesporte, Silvio Lobo Filho.

Conforme a CBJ, a competição contou pontos para o Ranking Nacional, que determina quais atletas representarão o Brasil em competições internacionais. “Todo o trabalho dos clubes nos proporcionou esse resultado”, conta Marcelo Matos, diretor-técnico da Federação de Judô de Mato Grosso do Sul (FJMS). “Era uma seleção recheada de talentos, e esse retorno apenas nos comprova isso. Essa faixa etária é decisiva para decidir o futuro destes atletas no esporte, e mais uma vez estamos nos colocando entre os melhores da categoria”, continua.

Segundo Marcelo, o momento é para ficar de olho nas competições mundiais. “Os resultados demonstrados nessa idade são a porta de entrada para eventos de grande porte. Mato Grosso do Sul demonstrou sua força em uma competição de alto nível, em frente aos olhos de técnicos da Seleção Brasileira”, conclui.

O Campeonato Brasileiro Sub-18 de Judô foi realizado pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ). A delegação sul-mato-grossense contou com o apoio do Governo do Estado, por meio da Fundesporte, para sua participação.

Confira abaixo os resultados da Competição:

Relatório – Campeonato Brasileiro Sub-18 de Judô

(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Capital e TRT realizam 1º torneio de futebol de jovens das comunidades indígenas

Torneio será realizado nos dias 19, 20 e 21 deste mês.

Publicado

on

A Prefeitura de Campo Grande, o Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região e o Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul, reuniu nesta sexta (5), várias autoridades e lideranças indígenas, para o lançamento do 1º Torneio de Futebol de Jovens das Comunidades Indígenas, que será realizado nos dias 19, 20 e 21 deste mês.

O campeonato reunirá, 160 atletas, de 16 a 20 anos, das etnias Terena, Guarani e Kadiwéu. São oito times convidados dos municípios de: Campo Grande, Caarapó, Dourados, Amambai, Miranda, Aquidauana/Taunay, Sidrolândia/Dois Irmãos do Buriti. Os primeiros colocados irão receber premiação. O evento deve reunir aproximadamente 3 mil pessoas. As lideranças organizadoras das equipes receberam coletes e bolas de futebol.

A ação faz parte do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem, do TRT, e seu objetivo é incentivar a permanência na escola por meio do esporte e combater a exploração da mão-de-obra infantil.

O diretor-presidente da Fundação Municipal de Esporte, Odair Serrano, falou sobre a parceria. “Temos experiência com a realização de jogos indígenas. Já promovemos alguns. Esse convite do TRT mostra o quanto a Fundação é prestigiada para realizar esse tipo de evento. É um prestígio imenso participar dessa parceria. As populações indígenas também são muito parceiras e sempre estão nos campeonatos levando alegria para sua comunidade”.

Coordenador de assuntos indígenas da Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos (SDHU), disse que a competição estimula a competição esportiva entre diferentes etnias. “Tivemos muitas perdas durante a pandemia e esse evento vem a somar, alegrar a comunidade, e, principalmente fazer nossos jovens voltarem a sonhar”, disse.

O Desembargador do TRT, João de Deus defendeu a importância deste tipo de ação. “É um pilar da educação, de sustentação que a gente deseja para as crianças, principalmente as que vivem nas aldeias, junto com o esporte, porque, um agrega o outro. Nada melhor do que usar esse projeto contra o trabalho infantil, voltado para os povos indígenas”.

A Competição ocorrerá no Estádio Jacques da Luz, na Moreninha II, com entrada gratuita à população.

Continue Lendo

Esportes

Jogando em casa, Sidrolândia vai em busca da classificação na Copa Assomasul

Os confrontos começam às 7h30 e Sidrolândia vai recepcionar os municípios de Bela Vista, Campo Grande, Costa Rica, Figueirão e Itaporã.

Publicado

on

Sidrolândia está em busca do seu terceiro título na Copa Assomasul de Futebol, e para manter vivo esse sonho, a equipe sidrolandense precisa literalmente fazer o dever de casa neste sábado (06/08) no Estádio Municipal Sotero Zárate, local onde será disputado a segunda fase da competição.

Os confrontos começam às 7h30 e Sidrolândia vai recepcionar os municípios de Bela Vista, Campo Grande, Costa Rica, Figueirão e Itaporã. O sorteio dos jogos será realizado na hora, e Sidrolândia faz o primeiro duelo do dia, conforme o regulamento onde a cidade sede realiza o primeiro jogo do dia.

Esta é a 18ª edição da Copa Assomasul, torneio que Sidrolândia já se consagrou campeão em duas ocasiões, sendo o segundo maior vencedor, ao lado de Antônio João, também com duas conquistas, e atrás apenas de Maracaju, maior vencedor do torneio com quatro títulos.

A competição, que teve início no dia 30 de abril, em Aquidauana, atual detentor do troféu, conta com 72 municípios participantes nessa edição.

O campeonato terá cinco fases, com a final marcada para o dia 5 de novembro.

Esse ano, além da premiação em dinheiro, troféu e medalhas, a equipe campeã vai ganhar uma quadra de futebol sintética, que será doada pelo Governo do Estado de MS.

(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo

Esportes

Três Lagoas chega à final com 3 equipes de voleibol nos Jogos Escolares da Juventude

No handebol, Aquidauana e Campo Grande masculino e feminino já estão classificados para final.

Publicado

on

Nesta quinta-feira (04), aconteceram os embates da fase semifinal dos Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul – 12 a 14 anos – de voleibol e handebol em Três Lagoas. Com grande presença de público no Ginásio Poliesportivo “Eduardo Milanez”, a competição já tem definidos os times que disputam o troféu de campeão, sexta-feira (05), a partir das 8h.

Pelo voleibol feminino, a equipe da Escola “Luiz Lopes de Carvalho – LULOCA” não deu moleza e venceu Ivinhema por 3 sets a 0, na 1ª divisão. Nas quadras das Faculdades Aems, na 2ª divisão deu Três Lagoas de novo. As meninas da Escola “Fernando Corrêa” fecharam o placar em 3 a 1 sobre Bela Vista e garantiu a vaga na decisão.

No naipe masculino, LULOCA venceu Campo Grande por 2 a 0 nas quartas de final e enfrentou Caarapó na semi, nesta tarde, que levou a melhor por 3 a 0. Com isso, nossa equipe vai pra decisão da medalha de bronze amanhã.

Os meninos da Escola JOMAP não avançaram na classificação e perderam para Santa Rita do Pardo por 2 a 0.
No handebol, Aquidauana e Campo Grande masculino e feminino já estão classificados para final.

(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2021 Pauta 67