fbpx
Connect with us

Educação

Teia da Educação tem participação de 20 unidades escolares e 3 extensões da CRE-4 Coxim

A reunião técnico-pedagógica é uma realização da Secretaria de Estado de Educação

Publicado

on

Diretores, adjuntos, coordenadores, secretários escolares e representantes das Associações de Pais e Mestres de 20 unidades escolares e 3 extensões da Rede Estadual de Ensino (REE), jurisdicionadas pela Coordenadoria Regional de Educação CRE-4 de Coxim, participaram, na manhã desta terça-feira (21), da 6ª edição da Teia da Educação 2022 – “Aprendizado de ontem, trabalho de hoje e desafios de amanhã”.

A reunião técnico-pedagógica é uma realização da Secretaria de Estado de Educação (SED). Ela teve início em maio deste ano e já foi realizada com as CREs de Paranaíba, Aquidauana, Jardim, Nova Andradina, Naviraí, Três Lagoas, na região metropolitana e em Campo Grande (Coges).

Em Coxim, a CRE-4 é coordenada pela professora Maira de Quevedo e adjunta Janete Cruz de Vitt, atende 11,4 mil estudantes das unidades jurisdicionadas da região, Alcinópolis: 1 escola; Costa Rica: 2 escolas; Coxim: 6 escolas e 1 extensão; Figueirão: 1 escola; Pedro Gomes: 2 escolas; Rio Negro: 1 escola; Rio Verde de Mato Grosso: 2 escolas; São Gabriel do Oeste: 4 escolas e 2 extensões; e Sonora: 1 escola.

Coordenadora da CRE-4, Maira Quevedo falou sobre a importância do evento. “É uma gratidão receber todos nesta reunião técnico-pedagógica, satisfatório reunir novamente, após pandemia, principalmente pelas orientações passadas pela Secretária Cecilia Motta e toda equipe da SED, no tocante a retrospectiva da gestão, conquistas e os avanços da educação de Mato Grosso do Sul, nossas 20 unidades e 3 extensões, juntamente com 11,4 mil estudantes atendidos só tem a ganhar com esta troca de experiência”.

Retrospectiva e desafios

Secretária de Estado de Educação, Cecilia Motta mencionou aos diretores, coordenadores e secretários escolares sobre o cenário da Educação no âmbito nacional e regional. Ela explanou sobre crise educacional e prejuízo da aprendizagem com impacto da pandemia, panorama mundial e obrigações constitucionais, bem como sobre retrospectiva dos desafios da Educação de Mato Grosso do Sul, desde início do Governo Reinaldo Azambuja.

Ao assumir a pasta da Educação, em 2015, ela tinha como desafio melhorar a aprendizagem dos estudantes de Mato Grosso do Sul, combater o abandono escolar, diminuir os índices de reprovação, oferecer formação continuada, passar do processo de ensino para processo de aprendizagem e melhorar a infraestrutura das escolas da REE e espaços de aprendizagem. “Nossa equipe encerra 2022 com a sensação do dever cumprido. O sentimento é de gratidão, obrigado a todos pelo empenho, se hoje somos referência nacional, foi devido dedicação de cada um dos servidores da REE”.

Secretária Cecilia falou sobre as conquistas e os novos desafios da Educação. “Todas nossas conquistas, somente tiveram êxito devido o empenho dos servidores, o regime de colaboração com outras instituições, política municipalista, implantação das Coordenadorias Regionais de Educação, ensino em tempo integral, através do programa Escola da Autoria e fortalecimento e autonomia na gestão escolar da Rede Estadual de Ensino”.

“Os nossos desafios, quando projetamos o futuro, são referentes a melhoria do IDEB das escolas, melhoria da conectividade da REE, modernização das bibliotecas escolares, renovação do parque tecnológico das escolas, ampliação das escolas de tempo integral, ampliação dos centros de educação profissional, criação do programa MS Matemática, ampliação do programa ‘Escola Segura, Família Forte’ para outros municípios, dentre outros”, finaliza.

Valorização

Mato Grosso do Sul tem hoje a maior remuneração dos professores entre as redes estaduais de ensino do Brasil. Em outubro está previsto novo reajuste e o salário vai chegar a R$ 10.318,00 por 40 horas aulas. A variação dos valores de 2015 a outubro de 2022 corresponderá a um aumento de 158,3%. A remuneração inicial competitiva é um dos principais fatores para atração de profissionais qualificados para a carreira do magistério de Mato Grosso do Sul.

De todas as redes estaduais do Brasil, a REE/MS é a que apresenta maior investimento por estudante do Ensino Médio, de acordo com dados do Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope).

Investimentos na Região

Ao todo, a região já contou com mais de R$ 26,6 milhões investidos pelo Governo de MS, em reformas e outras intervenções, desde o início da atual gestão, em Costa Rica: R$ 9,2 milhões; Coxim: R$ 6,2 milhões; Alcinópolis: R$ 3,4 milhões; Sonora: R$ 3,1 milhões; São Gabriel do Oeste: R$ 3,1 milhões; Rio Verde de Mato Grosso: R$ 1,2 milhões; Rio Negro: R$ 949 mil; Pedro Gomes: R$ 649 mil; Figueirão: R$ 332 mil.

Por determinação do governador Reinaldo Azambuja, desde 2015, já foram investidos em infraestrutura nas unidades educacionais da REE mais de R$ 490 milhões. Das 348 unidades escolares da REE, 315 escolas estaduais já receberam investimentos, com mais de 720 intervenções realizadas (entre reformas, obras em geral, readequações nas redes hidráulica e elétrica, pintura e acessibilidade). Estão previstos mais R$ 120 milhões para até o final deste ano.

Teia da Educação

Marca da atual gestão educacional de Mato Grosso do Sul, a 6ª Teia da Educação 2022 já passou por Paranaíba, Aquidauana, Jardim, Nova Andradina, Naviraí, Três Lagoas, Metropolitana, Campo Grande (coges) e Coxim. As próximas reuniões serão realizadas nas CREs, Ponta Porã (23), Dourados (24) e Corumbá (29).

Com o tema “Aprendizado de ontem, trabalho de hoje e desafios de amanhã”, a iniciativa tem como escopo levar a equipe da SED para percorrer todas as regiões do Estado de Mato Grosso do Sul, promovendo palestras, orientações e atendimentos aos gestores escolares da Rede Estadual de Ensino das 348 unidades escolares.

(Com assessoria. Fotos: Divulgação)

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira

Candidatos têm até o dia 1º para fazer inscrição

Publicado

on

Começam hoje (28) as inscrições para o segundo processo seletivo de 2022 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Os candidatos às vagas que serão oferecidas pelas instituições públicas de ensino superior deverão ficar atentos porque o prazo é curto, e terminará no dia 1º de julho.

A consulta para as vagas neste segundo processo seletivo teve início no dia 15, por meio do Portal Único de Acesso ao Ensino Superior. Para acessá-lo, clique aqui.

Por meio da consulta, é possível visualizar as vagas ofertadas por modalidade de concorrência, cursos e turnos, instituições e localização dos cursos. Também é possível acessar a íntegra do documento de adesão de cada uma das instituições que aderiram ao Sisu.

O Sisu é o sistema informatizado do Ministério da Educação (MEC) no qual as instituições públicas de educação superior, sejam elas federais, estaduais ou municipais, oferecem vagas a serem disputadas por candidatos inscritos em cada edição da seleção.

Exigência

Para participar do Sisu será exigido do candidato que tenha realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), edição de 2021, obtido nota superior a zero na prova de redação e não tenha participado do Enem na condição de treineiro.

O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 6 de julho. A matrícula ou registro acadêmico devem ser feitos de 13 a 18 de julho. Já o prazo para os interessados manifestarem interesse em participar da lista de espera será de 6 a 18 de julho.

Os candidatos são selecionados para as opções de cursos indicados no ato de inscrição, de acordo com a melhor classificação de nota obtida na edição mais recente do Enem, que, nesta edição, será a de 2021.

(Fonte: Agência Brasil. Foto: Reprodução)

Continue Lendo

Educação

Documentário retrata a trajetória de estudantes do Ensino Médio Integral em Ms

O longa que revela diferentes realidades dos estudantes das redes públicas será lançado nesta terça-feira (28), às 8h

Publicado

on

Nesta terça-feira (28), às 8h, será lançado o documentário “Tudo que podemos ser”. Um projeto realizado pela Oficina Filmes e pelo Instituto Sonho Grande, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação do Mato Grosso do Sul (SED/MS). O evento acontecerá na Escola da Autora Lúcia Martins Coelho, em Campo Grande (MS), e contará com a presença da Secretária de Educação, Professora Maria Cecilia Motta.

O filme aborda as expectativas, os sonhos e a transformação de estudantes do Ensino Médio Integral da rede pública no Brasil: Alexsandra, Cleanderson, Elias, Moisés, Nicole, Paloma, Raquel e Vitória (estudante da Escola de Ensino Médio Integral, localizada no bairro Jardim dos Estados, em Campo Grande). Durante três anos, o documentário “Tudo que podemos ser” acompanhou as rotinas, as mudanças e o desenvolvimento de seus projetos de vida com o apoio das escolas, além de retratar a resiliência dos jovens em meio ao período desafiador da pandemia.

Vitória é estudante egressa da Escola Estadual de 1° Grau Emygdio Campos Widal, escola da rede estadual de ensino integral, localizada no bairro Vilas Boas, em Campo Grande.

Evidenciando o papel de um modelo que traz uma proposta pedagógica multidimensional, o longa também revela diferentes realidades de cada estado – Maranhão, Mato Grosso do Sul e Pernambuco. Ao focar no acompanhamento da trajetória dentro do Ensino Médio Integral, o projeto assiste ao crescimento dos estudantes como protagonistas de suas vidas.

Após o lançamento, o documentário ficará disponível online, no canal “Quero Integral” no Youtube.

(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo

Educação

Gestores e coordenadores da CRE-5 de Dourados participam da 6ª edição da Teia da Educação

MS tem hoje a maior remuneração dos professores entre as redes estaduais de ensino do Brasil

Publicado

on

Diretores, adjuntos, coordenadores pedagógicos e professores de práticas inovadoras de 64 unidades escolares da Rede Estadual de Ensino (REE), jurisdicionadas pela Coordenadoria Regional de Educação CRE-05 de Dourados, participaram na manhã desta sexta-feira (23) da 6ª edição da Teia da Educação 2022 – “Aprendizado de ontem, trabalho de hoje e desafios de amanhã”.

Secretaria de Estado de Educação (SED) realiza reuniões técnico-pedagógicas desde início da gestão governamental. As de 2022 iniciaram em maio deste ano e já foram realizadas com as CREs de Paranaíba, Aquidauana, Jardim, Nova Andradina, Naviraí, Três Lagoas, região metropolitana, Campo Grande (Coges), Coxim e Ponta Porã.

Em Dourados, a CRE-5 é coordenada pelo professor Nei Elias Coinethe de Oliveira e adjunta Karina de Cássia Garcia e atende 33,4 mil estudantes das unidades jurisdicionadas da região: Caarapó com 7 escolas, Deodápolis (5), Douradina (1), Dourados (24 escolas), Fátima do Sul (4), Glória de Dourados (3), Itaporã (6), Jateí (2), Laguna Caarapã (1), Rio Brilhante (3), Vicentina (3) e Maracaju (4 escolas).

Na abertura da solenidade, o coordenador da CRE-5, Nei Elias Coinethe de Oliveira, relatou aos gestores, adjuntos, coordenadores pedagógicos e professores de práticas inovadoras a importância da reunião técnico-pedagógica. “Momento de estudos, reflexão e agradecimento a nossa secretária de Estado de Educação, Cecilia Motta, e toda equipe da SED pelo empenho e as conquistas alcançadas, na garantia do direito de aprender de nossos queridos estudantes”, relata coordenador da CRE-5.

Apresentação cultural

Na abertura da Teia da Educação, realizada no Auditório da Escola Estadual Presidente Vargas, na rua Oliveira Marques, no centro de Dourados, a Banda de Música do Esquadrão de Comando da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada do Exército Brasileiro, sob o comando do maestro subtenente Márcio de Castro Lodoro, interpretaram o Hino Nacional Brasileiro, letra de Joaquim Osório Duque Estrada e música de Francisco Manuel da Silva, o hino de Mato Grosso do Sul de composição de Jorge Antônio Siufi e Otávio Gonçalves Gomes e algumas canções nacionais como “Do fundo da grota” (Composição: Antônio Cesar Pereira Jacques) e “Estrada da vida” (Composição: José Alves Dos Santos).

Na sequência a professora Marisa Cabanha, acompanhada no violão pelo coordenador Aguinaldo Jacomele Sanches, declamou um poema com a temática da Teia da Educação – “Aprendizado de ontem, trabalho de hoje e desafios de amanhã”.

Avanços e desafios

Secretária de Estado de Educação Cecilia Motta – que teve como intérprete de Libras, Fabiane Paim de Matos, técnica do Núcleo de Educação Especial da CRE-5 – relatou sobre o cenário de Mato Grosso do Sul e nacional, sobre crise educacional e prejuízo da aprendizagem com impacto da pandemia do COVID-19, panorama mundial e obrigações constitucionais, bem como sobre retrospectiva dos desafios da Educação de Mato Grosso do Sul.

Ao assumir a pasta da Educação, em 2015, Cecilia Motta relatou que o desafio era melhorar a aprendizagem dos estudantes do MS, combater o abandono escolar, diminuir os índices de reprovação, oferecer formação continuada, passar do processo de ensino para processo de aprendizagem e melhorar a infraestrutura das escolas da REE e espaços de aprendizagem, “ ao encerrarmos o ciclo desta gestão a sensação é de dever cumprido, a palavra que expressamos é gratidão, obrigado a todos os nossos colegas servidores pelo empenho. Se hoje somos referência nacional de gestão educacional, foi devido dedicação de cada um dos servidores da REE”.

Cecilia Mota mencionou sobre as conquistas e os novos desafios da Educação de Mato Grosso do Sul, “as nossas conquistas, durante esses quase 08 anos, somente foram exitosas devido o empenho dos servidores, o regime de colaboração com outras instituições, política municipalista, implantação das Coordenadorias Regionais de Educação, fortalecimento e autonomia na gestão escolar da Rede Estadual de Ensino e implantação do ensino em tempo integral, através do programa Escola da Autoria.

“Quando projetamos o futuro, os nossos desafios são referentes a melhoria do IDEB das escolas, melhoria da conectividade da REE, modernização das bibliotecas escolares, renovação do parque tecnológico das escolas, ampliação das escolas de tempo integral, ampliação dos centros de educação profissional, criação do programa MS Matemática, ampliação do programa ‘Escola Segura, Família Forte’ para outros municípios, dentre outros pertinentes a pasta”, finaliza secretária.

Valorização

Mato Grosso do Sul tem hoje a maior remuneração dos professores entre as redes estaduais de ensino do Brasil, em outubro está previsto novo reajuste e o salário vai chegar a R$ 10.318,00 por 40 horas aulas. A variação dos valores de 2015 a outubro de 2022 corresponderá a um aumento de 158,3%, remuneração inicial competitiva é um dos principais fatores para atração de profissionais qualificados para a carreira do magistério de MS.

De todas as redes estaduais do Brasil, a REE/MS é a que apresenta maior investimento por estudante do Ensino Médio, de acordo com dados do Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (SIOPE).

Investimentos na Região

Somados todos os investimentos nas escolas da região, o Governo de MS já investiu mais de R$ 101 milhões já foram destinados para reformas e intervenções. Abaixo, Dourados – R$ 41,2 milhões; Maracaju – R$ 33,3 milhões; Vicentina – R$ 7,1 milhões; Caarapó – R$ 5,6 milhões; Fátima do Sul – R$ 3,3 milhões; Deodápolis – R$ 2,5 milhões; Rio Brilhante – R$ 2,2 milhões; Laguna Caarapã – R$ 1,8 milhão; Itaporã – R$ 1,5 milhão; Glória de Dourados – R$ 1,2 milhão; Douradina – R$ 794 mil; Jateí – R$ 648 mil.

Por determinação do governador Reinaldo Azambuja, desde 2015, já foram investidos em infraestrutura nas unidades educacionais da REE, mais de R$ 490 milhões. Das 348 unidades escolares da REE, 315 escolas estaduais já receberam investimentos, com mais de 720 intervenções realizadas (entre reformas, obras em geral, readequações nas redes hidráulica e elétrica, pintura e acessibilidade). Estão previstos mais R$ 120 milhões para até o final deste ano.

Teia da Educação

Marca da atual gestão educacional de Mato Grosso do Sul, a 6ª Teia da Educação 2022, já passou por Paranaíba, Aquidauana, Jardim, Nova Andradina, Naviraí, Três Lagoas, Metropolitana, Campo Grande (Coges), Coxim, Ponta Porã e hoje Dourados, a próxima reunião acontece na CRE-3 de Corumbá (29.06), encerrando o ciclo.

Com o tema “Aprendizado de ontem, trabalho de hoje e desafios de amanhã”, a iniciativa tem como escopo levar a equipe da SED para percorrer todas as regiões do Estado de Mato Grosso do Sul, promovendo palestras, orientações e atendimentos aos gestores escolares da Rede Estadual de Ensino das 348 unidades escolares.

(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2021 Pauta 67