fbpx
Connect with us

Economia

Prefeitura de Corumbá oferece 30% de desconto para pagamento à vista do IPTU 2022

Os carnês de pagamento do IPTU 2022 estão disponíveis através do site da Prefeitura

Publicado

on

O contribuinte que optar pelo pagamento à vista do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2022 terá desconto de 30%. Já quem optar pelo parcelamento, que neste ano pode ser feito em até 6 vezes, vai usufruir de um desconto de 10%.

Conforme o Decreto 2.809, assinado pelo prefeito Marcelo Iunes e publicado no DIOCORUMBÁ da última quarta-feira, 15 de junho, o vencimento da primeira parcela e da cota única é no dia 15 de julho. A segunda parcela vence em 10 de agosto; a terceira em 12 de setembro; a quarta em 10 de outubro; a quinta em 10 de novembro e a última em 12 de dezembro.

Os carnês de pagamento do IPTU 2022 estão disponíveis através do site da Prefeitura de Corumbá www.corumba.ms.gov.br ou pelo link http://nfse.corumba.ms.gov.br:8080/servicosweb/home.jsf . Os pagamentos deverão ser efetuados, exclusivamente, nas agências do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Casas Lotéricas ou ainda via PIX.

O contribuinte também pode solicitar sua guia/carnê pelo e-mail: atendimento.iptu@corumba.ms.gov.br ou através do whatsapp, pelo telefone 3231-8573. Em último caso, o munícipe pode dirigir-se à sede do CAC – Centro de Atendimento ao Cidadão, localizado na Rua Frei Mariano nº. 66 – Centro, telefone para contato e/ou agendamento: (67) 3907-5428.

Os contribuintes que não concordarem com os valores lançados do Imposto Predial e Territorial Urbano e/ou da Taxa de Serviço de Coleta e Remoção de Resíduos Sólidos do exercício de 2022 poderão impugná-los, em conjunto ou separadamente, solicitando inclusive a realização de vistoria “in loco”.

A impugnação poderá ser protocolizada, gratuitamente, até o dia do vencimento do IPTU 2022, através do e-mail: atendimento.iptu@corumba.ms.gov.br. E, em último caso na sede do CAC, localizado na Rua Frei Mariano nº. 66 – Centro.

A petição deverá ser requerida pelo contribuinte com o devido fundamento e com informações necessárias à perfeita identificação do imóvel informando o(s) número(s) do(s) cadastro(s)/Bic(s) e comprovante de residência (conta de água, energia, telefone fixo etc), indicando as possíveis incorreções quanto às suas características, que possam ter influenciado na quantificação do crédito tributário.

(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Dia dos Pais chegando,confira a pesquisa de preços realizada pelo PROCON de Três Lagoas

O Órgão listou 7 categorias

Publicado

on

Para ajudar os consumidores na escolha do presente do Dia dos Pais o Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Três Lagoas- PROCON TL – realizou a pesquisa de preços dos itens mais procurados para homenagear o “paizão”.

O Órgão listou 7 categorias sendo elas vestuário, calçados/acessórios, perfumaria, celulares/tablets/notebooks, barbeadores, ferramentas e cestas de café da manhã.

Os pesquisadores percorreram quatro lojas de calçados para pesquisar e comparar o preço deste produto, encontrando opções que foram desde chinelos de R$ 29,99 a R$ 129,90 a sapato social de R$ 59,99 a R$ 639 dependendo de modelo, marca e estabelecimento.

No setor de vestuário, a camiseta básica pode ser encontrada de R$ 29,99 a R$ 159. A diferença de preço da calça jeans é de até 369,47%, considerando a mais barata por R$ 84,99 e a de preço mais alto por R$ 399,00.

Se o presente for um novo celular a variação de preços entre os seis modelos listados pelo Procon em quatro lojas pode chegar a ser de R$ 949 a R$ 1.299 o Galaxy A03 64 GB e R$ 1.599 a R$ 2.199 o Motorola G52 128 gb.

(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo

Economia

Bandeira tarifária de agosto segue verde

A bandeira será válida para todos os consumidores conectados ao Sistema Interligado Nacional

Publicado

on

A Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL anunciou a aplicação da bandeira verde para o consumo de energia no mês de agosto. Isso significa que as condições de geração de energia elétrica nas usinas hidrelétricas continuam favoráveis, não sendo necessário acionar usinas mais caras.

A bandeira será válida para todos os consumidores conectados ao Sistema Interligado Nacional – a malha de transmissão de energia que conecta as usinas do País aos consumidores – que cobre quase todo o território brasileiro.

Por que existem as bandeiras tarifárias?

Criado pela ANEEL, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica, especialmente quando as condições de geração não são favoráveis. Além disso, esse custo é pago de imediato nas faturas de energia, o que desonera o consumidor do pagamento de juros da taxa Selic sobre o custo da energia nos processos tarifários de reajuste e revisão tarifária.

As bandeiras dão transparência ao custo real da energia e permitem ao consumidor se programar e ter um consumo mais consciente. Antes, ele não sabia que a energia estava mais cara. Agora ele sabe e pode se programar. Se a bandeira está vermelha, ele sabe que é conveniente economizar, ter um consumo mais consciente e evitar o desperdício de água e energia.

(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo

Economia

Pequenos negócios geram 72% das vagas de emprego no primeiro semestre

Micro e pequenas empresas criam 961 mil postos no período no país

Publicado

on

As micro e pequenas empresas (MPE) puxaram a criação de empregos formais no primeiro semestre. Dos cerca de 1,33 milhão de postos de trabalho formais criados no Brasil de janeiro a junho, 961,2 mil, o equivalente a 72,1% do total, originaram-se em pequenos negócios.

A conclusão consta de levantamento do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia. O desempenho das MPE é bastante superior ao das médias e grandes empresas, que abriram 279,1 mil vagas nos seis primeiros meses de 2022.

Apenas em junho, os negócios de menor porte foram responsáveis pela abertura de 63,6% das vagas formais no mês, com 176,8 mil de um total de 277,9 mil postos de trabalho criados no mês passado. As médias e grandes empresas abriram 73,9 mil vagas (26,6% do total).

Setores

Na divisão por setores da economia, os pequenos negócios apresentaram saldo positivo na criação de empregos em todos os segmentos no acumulado do ano. O destaque entre as micro e pequenas empresas é o setor de serviços, que gerou 533 mil vagas. Apenas em junho, o segmento abriu 78 mil postos.

A construção e a indústria da transformação aparecem na segunda e na terceira posições, com 168,8 mil e 126,3 mil empregos gerados, respectivamente. No comércio, as MPE criaram 90,6 mil postos de trabalho de janeiro a junho. As médias e grandes empresas, em contrapartida, fecharam 42,8 mil vagas no período.

(Fonte: Agência Brasil. Foto: Reprodução)

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2021 Pauta 67