fbpx
Connect with us

Cidades

Pousada pantaneira fica em 1º lugar como hotspot brasileiro no Global Big Day

MS é TOP 10 do mundo

Publicado

on

Com 336 espécies de aves registradas em 24 horas de evento, o que corresponde a 49,5% das 678 espécies catalogadas em nível estadual, Mato Grosso do Sul está no Top 10 mundial no Global Big Day, maior evento de observação de pássaros do mundo, com o time “Visit MS Oficial”. O resultado foi divulgado neste fim de semana e MS ficou em 5º lugar em nível nacional

Mato Grosso do Sul dividiu a décima colocação com o ‘Clan Thannophilus Team’ na categoria, ficando atrás apenas de países renomados no birdwhatching como Colombia, Nicarágua, Tanzânia e Zâmbia.

“A participação do Mato Grosso do Sul do Global Big Day de maio foi excepcional. Conseguimos ficar entre no Top 10 mundial na categoria. Três pousadas do Pantanal sul-mato-grossense se destacaram nos top 10 do hotspot brasileiro, inclusive o primeiro lugar ficou com o MS. Só temos a agradecer pelo trabalho do time da Fundação de Turismo do MS que, juntamente com empresários do trade turístico e instituições parceiras, coordenou a mobilização para que alcançássemos esse resultado”, comemora Bruno Wendling, diretor-presidente da Fundação de Turismo do MS (Fundtur).

“Foram mais de 330 espécies avistadas em menos de 24 horas e isso mostra a força do Mato Grosso do Sul no birdwhatching, um segmento que temos investido muito e que estamos alcançando a posição de um dos melhores destinos do mundo para essa prática que traz cada vez mais turistas especializados e de qualidade para nossos destinos.

Número dos MS em 2022

  • 41 equipes participaram desta edição do Big Day 2022
  • 195 pessoas diretamente: de crianças de 04 a idosos de 87 anos. Indiretamente, foram muito mais pessoas envolvidas porque vários grupos agregaram mais participantes, por exemplo, o coletivo de jovens protetores da natureza de Jateí.
  • 22 municípios envolvidos
  • 336 espécies registradas em 24 horas, número que representa 49,5% das 678 espécies catalogadas para o estado.

O biólogo Edson Moroni também fala sobre o resultado expressivo do MS no evento. “O Global Big Day 2022 foi realmente incrível para Mato Grosso do Sul, que registrou 336 espécies de aves, o maior registro no estado em 24 horas em relação às outras edições do evento. Ficamos em 5º lugar no país, nossa melhor classificação em nível nacional nesse evento. Isso mostra que a mobilização de trade e poder público dá um ótimo resultado”.

“Além disso, dos 10 primeiros hotspots do país, que são os locais que mais registraram aves, 3 deles são do Pantanal do MS e isso mostra a força que o estado tem na observação de aves. Em primeiro ficou a Pousada Aguapé (222 espécies de aves), em terceiro ficou a Fazenda San Francisco (205 espécies de aves) e em décimo lugar a Pousada Xaraés (133 espécies de aves)”, ressalta Moroni, que é um dos organizadores do Clube de Observadores de aves da Grande Dourados e empresário de uma agência de marketing com foto no turismo de natureza (@passarinweb).

Simone Mamede, do Instituto Mamede de Pesquisa Ambiental e Ecoturismo comemora a participação cada vez maior de observadores de aves no Estado. “A cada ano temos mais adeptos nesta prática que vem fortalecendo o Turismo e fomentando destinos inteligentes pelo MS, uma vez que envolve a valorização da biodiversidade, a inovação, o uso de tecnologias e plataformas colaborativas numa perspectiva de sustentabilidade e de valorização ao que temos de mais importante, a vida”, enfatiza.

Ainda de acordo com Mamede, o evento mostra que a potência do Mato Grosso do Sul reside na biodiversidade, o que permite novas leituras e perspectivas para a inovação. “Gratidão por contribuírem com a ciência cidadã e com o turismo sustentável, fortalecendo novos destinos de observação de aves pelo Mato Grosso do Sul. Nossa gratidão a cada um que reservou um tempo no dia 14 para olhar para o céu, ver quão grandioso é estarmos vivos para observar seres tão impressionantes como as aves em liberdade e com direito a alçarem diversos voos. MS está no TOP 5 nacional e representa a força de caminharmos juntos nessa nossa jornada”.

“É muito importante que o Estado entenda o funcionamento do segmento de observação de aves e apoie seu desenvolvimento considerando esses canais. Com a interlocução junto ao trade conseguimos articular uma ação de grande impacto no Big Day, permitindo o desenvolvimento da atividade em todo o Estado e posicionando melhor nossa região dentro das plataformas valorizadas por este público. O melhor de tudo é que já vamos começar a programação para o próximo evento e fazer essa promoção com continuidade, como deve ser toda promoção”, salienta Karla Cavalcanti, diretora de Promoção e Mercado da Fundtur MS.

O próximo Global Big Day, considerado um dia de celebração internacional da biodiversidade, está previsto para acontecer em outubro deste ano.

Registro de aves raras

Segundo a ornitóloga Maristela Benites, do Instituto Mamede, o Big Day promove a ciência cidadã e toda a mobilização em torno da observação de aves livres repercute na educação ambiental e no ecoturismo.

“Novos destinos se tornarão conhecidos e outros já consagrados ganham mais notoriedade como hotspots, nos quais os passarinheiros têm a chance de encontrar de 140 a mais de 200 espécies em um único dia. O esforço coletivo rendeu alegrias, motivação, sentimento de comunhão, pertencimento, novas percepções sobre a vida e a natureza, além de registros de novas ocorrências e de aves raras e ameaçadas como o tesoura-do-campo, encontrado pela primeira vez em Anaurilândia e o socó-boi-jararaca”, destaca Maristela.

O Big Day também mostra a importância das unidades de conservação. “O Parque das Várzeas do Rio Ivinhema chegou a registrar 122 espécies em menos de 10 horas, ainda assim porque a chuva não permitiu que a equipe avançasse pela noite em busca de espécies noturnas. No Parque Estadual do Prosa as equipes encontraram várias espécies endêmicas do Cerrado, sobretudo as dependentes de ambientes florestais, o Parque Natural Municipal do Córrego Cumandaí, em Naviraí, a RPPN Estância Mimosa e a RPPN Boca da Onça”, comemora a ornitóloga do Instituto Mamede.

(Com assessoria. Fotos: Divulgação)

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

CBMMS inicia Semana Nacional de Prevenção Contra Incêndio

Serão realizadas atividades institucionais pelos quartéis da Corporação

Publicado

on

De 26 de junho a 2 de julho de 2022, comemora-se a Semana Nacional de Prevenção Contra Incêndio. Durante esse período, o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul (CBMMS) está realizando diversas ações em todo o estado.

Serão realizadas atividades institucionais pelos quartéis da Corporação, tais como simulados técnicos operacionais, ações esportivas, educativas, palestras, concerto de música, entre outras.

Em Campo Grande, nesta segunda-feira (27), foi realizada a abertura da Semana Nacional de Prevenção Contra Incêndio com um Culto Ecumênico, no auditório do Bioparque Pantanal.

O evento contou com a participação de representantes das religiões Católica,   Evangélica e Espírita. Vários bombeiros militares da Capital estiveram presentes no Culto Ecumênico.

” É um momento que fazemos uma reflexão sobre nosso trabalho em benefício da população e pedimos a Deus, o nosso Comandante-Supremo, para que abençoe  toda a nossa Corporação para podermos seguir cumprindo com a nossa missão de salvar vidas”, destacou o Comandante-Geral do CBMMS, Coronel Hugo Djan Leite.
(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo

Cidades

Depen destaca ações educativas em presídios de MS

Servidores responsáveis pelas atividades educacionais em presídios da capital receberam orientações

Publicado

on

Com o objetivo de reconhecer e estimular práticas educativas no sistema prisional, o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) está percorrendo todo o país para verificar de perto as ações desenvolvidas pelos estados. Na última semana, o coordenador de Educação, Cultura e Esporte da Diretoria de Políticas Penitenciárias do órgão federal, Rodrigo Dias, esteve em Mato Grosso do Sul.

Durante a visita, se reuniu com a diretoria da Agência Estadual de administração do Sistema Penitenciário (Agepen), visitou unidades prisionais e participou de encontros com representantes de instituições que dão apoio no oferecimento de atividades educacionais nas prisões.

Dias parabenizou trabalho da equipe do EPFIIZ

De acordo com o representante, foi observado que o estado tem potencial para se destacar em nível nacional no volume de ações educativas. “Se compilar todos os dados e reconhecer todas as atividades que desenvolve, o Mato Grosso do Sul, com certeza, estará entre os primeiros no país neste quesito”, elogiou Dias, que já percorreu 22 estados brasileiros.

O coordenador do Depen ressaltou que as atividades educacionais não se limitam apenas ao ensino formal, envolve também ações esportivas e culturais, além dos programas de assistência voltados à informação, como palestras em diferentes áreas. “Aqui em MS, por exemplo, fiquei admirado com a unidade feminina fechada de Campo Grande, o Irma Zorzi, com o volume de ações que são desenvolvidas, e em diferentes aéreas. É difícil ver uma unidade prisional com tantas atividades realizadas ao mesmo tempo”, parabenizou.

No entanto, ele alertou à Agepen quanto a necessidade de que as ações sejam sistematizadas e informadas no sistema oficial do Depen, o Sisdepen. Para isso, durante a visita ao estado, Dias realizou uma palestra junto a servidores que são responsáveis pelas atividades educacionais nas unidades prisionais da capital, informações que serão reproduzidas a profissionais do interior. “É importante conscientizar que precisamos de dados e informações para que possamos reconhecer esse esforço dos profissionais que atuam no sistema penitenciário, bem como traçar políticas públicas”, enfatizou.

Servidores responsáveis pelas atividades educacionais em presídios da capital receberam orientações

O coordenador reforçou que o Depen é um órgão fomentador, que auxilia os estados e financia diversas atividades nos sistemas prisionais. “E quando temos as informações e dados de maneira correta podemos observar onde devem ser investidos determinados recursos”, pontuou.

Para o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, a presença de representantes do Departamento Penitenciário Nacional no estado, e o alinhamento com o trabalho, reforça o compromisso com o desenvolvimento de iniciativas voltadas à ressocialização por meio da educação. “E isso é essencial para atingirmos o maior número possível de apenados, contribuindo com o fortalecimento da reintegração social, uma vez que educação, cultura e esporte representam importantes ferramentas de transformação de vida”, argumentou.

Fomento a parcerias

Reunião na Secretaria de Estado de Educação

Acompanhado pela chefe da Divisão de Assistência Educacional da Agepen, Rita de Cássia Argolo Fonseca, o coordenador do Depen se reuniu com representantes da Secretaria de Estado de Educação (SED), parceira da agência penitenciária na execução do ensino formal nas unidades penais, bem como nos cursos profissionalizantes realizados pelo Programa Nacional de Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) Prisional.

Na pauta, foi destacado com o coordenador de Políticas Específicas da SED, Alfredo Anastácio Neto, que o estado já conseguiu executar 80% dos cursos ofertados pelo Pronatec e analisaram como superar os 20% restantes. Outro assunto foi a ampliação de vagas do ensino formal básico (fundamental e médio) aos custodiados do sistema penal, como parte do Plano Estadual de Educação nas prisões.

Parceria com a UFMS deve ser ampliada

Na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), foram recebidos pelo reitor Marcelo Turine e equipe para discutir a ampliação da parceria nas ações de remição pela leitura aos detentos. A intenção é que a universidade possibilite, com sua comunidade acadêmica, mais projeto voltados para o tema.

Na prática, conforme Dias, o objeto dos encontros foi possibilitar o apoio do Depen na resolução de demandas que possam estar pendentes para a execução e ampliação das ações. “Vamos trabalhar pra que, até o final do ano, a gente possa cumprir as metas que combinamos”, finalizou.

(Com assessoria. Fotos: Divulgação)

Continue Lendo

Cidades

Governo investe R$ 99,6 milhões em obras nas rodovias e estradas da Costa Leste do Estado

O objetivo é contribuir para economia local, melhorar o escoamento da produção e tornar o trânsito mais seguro.

Publicado

on

Com investimento de R$ 99,6 milhões, o Governo do Estado promove uma série de obras de pavimentação em rodovias e estradas na região da Costa Leste. O objetivo é contribuir para economia local, melhorar o escoamento da produção e tornar o trânsito mais seguro. Neste pacote ainda tem o fortalecimento do turismo.

Em Três Lagoas, um dos principais polos industriais do Estado, o governador Reinaldo Azambuja deu ordem de serviço para pavimentação da MS-320, em um trecho de 31,75 km, que se trata do terceiro lote na rodovia. Lá serão investidos R$ 76,8 milhões.

“Nós temos gratidão por este apoio e parceria com a população de Três Lagoas, com diversas obras na cidade, entre elas a pavimentação da MS-320. Um governo municipalista e com responsabilidade, que contribui para o desenvolvimento da cidade e toda região”, destacou o prefeito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro.

A pavimentação vai ajudar no desenvolvimento local, com o transporte de grãos e produtos da região, dispondo de uma logística de qualidade para ligar outros polos econômicos do Estado.

“O Estado recuperou a capacidade de investir. Os investimentos são importantes porque fortalecem a estrutura de logística, tornando nossos produtos mais competitivos. Por isso seguem as obras de pavimentação, restauração e conservação das rodovias”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.

Anel viário

Em Santa Rita do Pardo o Governo do Estado promove a obra de pavimentação do contorno viário da cidade, com custo de R$ 12,77 milhões, em um trecho de 2,893 km. As atividades estão em andamento. Elas começaram no trecho da rodovia MS-338 e seguiram próximo ao frigorífico Frigolon.

A obra começou no final de março e a previsão é concluir os trabalhos até 18 de novembro deste ano. A pavimentação dará mais segurança ao tráfego da região, já que serão retirados os veículos pesados da área urbana do município e ainda iria contribuir com a economia da cidade.

“Estamos realizando um grande sonho da população de Santa Rita do Pardo. Esse investimento vai garantir mais segurança à população, retirando os veículos pesados da região urbana e também proporcionará mais desenvolvimento ao município”, disse o governador.

O prefeito de Santa Rita, Roberto Calixto Costa, afirmou que esta obra e outros investimentos na cidade mostram a parceria com o Governo do Estado. “O governador (Reinaldo Azambuja) tem mostrando que sua gestão é extremamente municipalista, preocupado com as cidades. São investimentos que vão ajudar a população”.

Fomento ao turismo

Em Anaurilândia já foi concluída a obra de pavimentação de acesso ao balneário municipal da cidade, que seguiu no trecho da MS-276, em uma extensão de 8,58 km. O investimento do Governo do Estado foi de R$ 9,99 milhões. A expectativa é melhorar as condições para contribuir com o turismo local.

O Governo do Estado tem investido na pavimentação e recuperação de estradas que dão acesso a balneários e pontos turísticos do Estado. O setor é uma das prioridades da gestão estadual, pela abertura de vagas de emprego, renda e fortalecimento da economia local.

As obras em rodovias na Costa Leste se somam a mais 57 espalhadas em diferentes regiões do Estado. Ao todo são 47 de pavimentação, no valor de R$ 1,7 bilhão e mais 13 obras de restauração (rodovias), com mais de R$ 330 milhões de investimento.

(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2021 Pauta 67