fbpx
Connect with us

Esportes

Jogos Escolares classificam equipes à Copa dos Campeões no handebol e vôlei de 15 a 17 anos

Foram cinco dias de competição, com 205 partidas no total.

Publicado

on

Cinco dias de competição, com 205 partidas no total. A etapa do handebol e voleibol dos Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul 2022, para estudantes-atletas de 15 a 17 anos, foi encerrada na segunda-feira (20), em Campo Grande. Ao todo, 35 municípios participaram do maior evento estadual esportivo-escolar, realizado pelo Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte). As disputas tiveram início no dia 16 de junho.

As melhores seleções municipais de cada modalidade asseguraram vaga à Copa dos Campeões. O torneio, à parte dos Jogos Escolares, que acontecerá em Coxim, de 4 a 8 de julho, definirá as equipes que representarão Mato Grosso do Sul na etapa nacional, os Jogos da Juventude, realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB). O evento, envolvendo todos os estados do país, terá sede em Aracaju (SE), de 1º a 18 de setembro.

Fizeram parte desta etapa 837 estudantes-atletas (364 meninas e 473 meninos) das cidades: Água Clara, Amambai, Anastácio, Angélica, Antônio João, Aquidauana, Aral Moreira, Bela Vista, Bonito, Caarapó, Campo Grande, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corumbá, Coxim, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Dourados, Fátima do Sul, Ivinhema, Jardim, Maracaju, Naviraí, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Paranaíba, Paranhos, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Sidrolândia, Sonora, Três Lagoas e Vicentina. Ao todo, mais de mil pessoas estiveram envolvidas no evento, somando-se atletas, técnicos, dirigentes, membros da organização, equipe médica, entre outros.

Honras repartidas

Quando o assunto é voleibol escolar em Mato Grosso do Sul, Ponta Porã e Campo Grande estão nos holofotes. O duelo entre os municípios já se tornou um verdadeiro clássico estadual. Acostumados a se enfrentar em partidas intensas, nesta edição dos Jogos não foi diferente. As equipes protagonizaram as duas finais da primeira divisão, no feminino e masculino. No fim, as honras ficaram repartidas. O time capital levou a melhor entre as meninas e a seleção ponta-poranense ficou com o título entre os meninos. 

As quatro equipes finalistas, nos dois gêneros, tiveram à frente técnicos integrantes do Programa MS Desporto Escolar (Prodesc), iniciativa da Fundesporte junto à Secretaria de Estado de Educação (SED) que proporciona o treinamento esportivo em escolas da Rede Estadual de Ensino (REE), com mais de 20 modalidades ofertadas.

Tie-break, nervos à flor da pele e emoção até o último ponto. Assim pode ser resumida a decisão feminina, que terminou com a vitória campo-grandense por 3 sets a 2 (26×24, 19×25, 25×17, 16×25 e 17×19). “Nossa equipe teve altos e baixos, ganhamos de virada. Foi um grande passo para nosso time, um jogo bem emocionante de assistir”, destaca o técnico da seleção de Campo Grande, Samir Dalleh.

A atleta Bruna Horn foi uma das maiores pontuadoras da competição e um dos destaques do time da Cidade Morena. Para a camisa 12, a vitória apertada na final valorizou ainda mais o título. “Não tem como explicar nossa felicidade. Os dois times jogaram muito bem, então foi difícil chegar até aqui. Vencer essa final foi um mérito e tanto”.

A formação de grandes atletas do vôlei sul-mato-grossense também passa pela região fronteiriça e Ponta Porã é um dos celeiros do estado. A equipe comandada pelo técnico Ademir Alves de Oliveira chegou a mais uma final. “Foi definido no detalhe. Ambas as equipes estão de parabéns, as duas mereciam o título de campeã. Nosso principal objetivo foi alcançado, que é participar da Copa dos Campeões. Então, agora vamos chegar em casa e analisar onde erramos, para corrigir. Estamos fazendo um trabalho muito bom, acredito que estamos no caminho certo”, frisa o treinador ponta-poranense.

Já na final masculina, Ponta Porã se sobressaiu, venceu Campo Grande por 3 sets a 0 e carregou a medalha de ouro. Apesar do placar, a decisão também foi acirrada. O time de Princesinha dos Ervais, quase todo composto por estudantes da Escola Estadual João Brembatti Calvoso, fez valer a união, já que o grupo está junto há mais de quatro anos. 

“Para mim, esse time é uma segunda casa. Estamos juntos há bastante tempo, competimos em várias outras disputas. Estamos sempre lado a lado, tanto dentro como fora da quadra”, revela o líbero de Ponta Porã, Rodrigo Cruz, de 17 anos, que encerrou sua participação nos Jogos. Mesmo vitorioso, o atleta não perdeu a modéstia. “Nosso técnico nos ensinou a sempre ter humildade, nunca entrar na quadra de salto alto. Fazemos nossa parte, damos o nosso sangue, e o resultado bom é consequência disso”, conclui.

As equipes da capital também marcaram presença nas finais de handebol da primeira divisão, vencendo apenas na disputa feminina. Para o técnico campeão Jonattan Mosciaro, o time não vê a hora da próxima competição. “Nossa equipe superou diversas dificuldades para chegar até aqui. Conseguimos acertar os detalhes, e felizmente ganhamos. As meninas estão super animadas, mas não podemos esquecer do próximo desafio, que é a Copa dos Campeões”, conta o treinador de Campo Grande. 

Quem não conteve a alegria ao ver seu time levar o ouro foi Cristio Duarte, técnico do handebol masculino de Aquidauana. A equipe garantiu o primeiro lugar na divisão de topo após bater a seleção campo-grandense na final. “Foi uma competição muito difícil, mas agora só podemos agradecer. Vamos trabalhar firme para manter o ritmo, porque a Copa dos Campeões também não será fácil”.

O aquidauanense Gustavo Belardo garantiu que a concentração foi parte essencial da estratégia do time. “Foi um jogo emocionante desde os primeiros minutos. Viemos muito focados e, por isso, garantimos a vitória”, conta o atleta.

Confira abaixo a classificação final do handebol e voleibol:

HANDEBOL

Feminino – 1ª divisão

Campeão: Campo Grande (classificado à Copa dos Campeões)

Vice-campeão: Chapadão do Sul (classificado à Copa dos Campeões)

3º lugar: Corumbá (classificado à Copa dos Campeões)

4º lugar: Cassilândia (classificado à Copa dos Campeões)

5º lugar: Três Lagoas

Masculino – 1ª divisão

Campeão: Aquidauana (classificado à Copa dos Campeões)

Vice-campeão: Campo Grande (classificado à Copa dos Campeões)

3º lugar: Chapadão do Sul (classificado à Copa dos Campeões)

4º lugar: Dourados (classificado à Copa dos Campeões)

5º lugar: Três Lagoas (classificado à Copa dos Campeões)

Masculino – 2ª divisão

Campeão: Cassilândia (classificado à Copa dos Campeões)

Vice-campeão: Anastácio (classificado à Copa dos Campeões)

3º lugar: Coxim (classificado à Copa dos Campeões)

4º lugar: Nioaque

5º lugar: Rio Brilhante

VOLEIBOL

Feminino – 1ª divisão

Campeão: Campo Grande (classificado à Copa dos Campeões)

Vice-campeão: Ponta Porã (classificado à Copa dos Campeões)

3º lugar: Ivinhema (classificado à Copa dos Campeões)

4º lugar: Coxim (classificado à Copa dos Campeões)

5º lugar: Corumbá (classificado à Copa dos Campeões)

Feminino – 2ª divisão

Campeão: Aquidauana (classificado à Copa dos Campeões)

Vice-campeão: Amambai (classificado à Copa dos Campeões)

3º lugar: Paranaíba (classificado à Copa dos Campeões)

4º lugar: Paranhos

5º lugar: Dourados

Masculino – 1ª divisão

Campeão: Ponta Porã (classificado à Copa dos Campeões)

Vice-campeão: Campo Grande (classificado à Copa dos Campeões)

3º lugar: Sidrolândia (classificado à Copa dos Campeões)

4º lugar: Paranhos (classificado à Copa dos Campeões)

5º lugar: Caarapó (classificado à Copa dos Campeões)

Masculino – 2ª divisão

Campeão: Corumbá (classificado à Copa dos Campeões)

Vice-campeão: Paranaíba (classificado à Copa dos Campeões)

3º lugar: Três Lagoas (classificado à Copa dos Campeões)

4º lugar: Antônio João

5º lugar: Anastácio

Confira todos os detalhes no Boletim 7:

Boletim final – Jogos Escolares da Juventude de MS 2022 – 15 a 17 anos – handebol/voleibol

Todas as fotos estão disponíveis na página oficial da Fundesporte no Facebook (clique aqui para acessar).

(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Mato Grosso do Sul termina o Brasileiro Sub-18 de Judô com cinco medalhas

O evento foi organizado pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ)

Publicado

on

A delegação que representou Mato Grosso do Sul no Campeonato Brasileiro Sub-18 de Judô voltou para a casa com a mala mais pesada. Duas medalhas de ouro e três de bronze foram conquistadas pelos sul-mato-grossenses na competição, que neste ano foi sediada em Vitória (ES), nos dias 25 e 26 de junho. O evento foi organizado pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ), e os atletas contaram com o apoio do Governo do Estado, através da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) para participar das disputas.

No quadro de medalhas geral e masculino, Mato Grosso do Sul figurou em quarto lugar, atrás de São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro. No quadro feminino, o estado terminou em terceiro lugar, atrás de São Paulo e Paraná. “Mato Grosso do Sul mais uma vez figura entre os melhores do Brasil. Esse é o resultado do esforço e dedicação de nossos atletas, além do investimento do Governo do Estado em seus talentos. Este é apenas o início de uma carreira brilhante”, declara o diretor-presidente da Fundesporte, Silvio Lobo Filho.

Conforme a CBJ, a competição contou pontos para o Ranking Nacional, que determina quais atletas representarão o Brasil em competições internacionais. “Todo o trabalho dos clubes nos proporcionou esse resultado”, conta Marcelo Matos, diretor-técnico da Federação de Judô de Mato Grosso do Sul (FJMS). “Era uma seleção recheada de talentos, e esse retorno apenas nos comprova isso. Essa faixa etária é decisiva para decidir o futuro destes atletas no esporte, e mais uma vez estamos nos colocando entre os melhores da categoria”, continua.

Segundo Marcelo, o momento é para ficar de olho nas competições mundiais. “Os resultados demonstrados nessa idade são a porta de entrada para eventos de grande porte. Mato Grosso do Sul demonstrou sua força em uma competição de alto nível, em frente aos olhos de técnicos da Seleção Brasileira”, conclui.

O Campeonato Brasileiro Sub-18 de Judô foi realizado pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ). A delegação sul-mato-grossense contou com o apoio do Governo do Estado, por meio da Fundesporte, para sua participação.

Confira abaixo os resultados da Competição:

Relatório – Campeonato Brasileiro Sub-18 de Judô

(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo

Esportes

Paralimpíadas Escolares classificam atletas para etapas regionais e nacionais

O evento reuniu cerca de 112 estudantes-paratletas (35 no feminino e 77 no masculino)

Publicado

on

Após um fim de semana de competições, chegou ao fim a 11ª edição das Paralimpíadas Escolares de Mato Grosso do Sul. O evento foi sediado em Campo Grande, dos dias 24 a 26 de junho, com disputas de bocha e atletismo, garantindo vagas na competição regional das categorias, e atletismo, valendo a classificação para a etapa nacional. As Paralimpíadas são uma realização do Governo do Estado, por meio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul).

O evento reuniu cerca de 112 estudantes-paratletas (35 no feminino e 77 no masculino), com deficiências física, intelectual e visual, na faixa etária de 11 a 18 anos (divididas em sub-14, sub-16 e sub-18). Eles representaram sete municípios: Campo Grande, Chapadão do Sul, Dourados, Nova Andradina, Rio Brilhante, Sidrolândia e Três Lagoas.

Em 2021, o evento reuniu 69 estudantes-paratletas de seis municípios, 43 a menos do que a atual edição. “Ficamos muito felizes ao observar o crescimento dos esportes paralímpicos em nosso estado”, declara o diretor-presidente da Fundesporte, Silvio Lobo Filho. “O aumento de atletas e municípios participantes nos mostra os resultados de nossos investimentos, e não poderíamos ficar mais satisfeitos. Estes estudantes representarão Mato Grosso do Sul diante de todo o Brasil e, posteriormente, diante de todo o mundo”, conclui.

No paratletismo e na bocha paralímpica, os participantes buscaram classificação à fase regional 3 das Paralimpíadas Escolares, que acontecerá em São Paulo (SP), de 5 a 10 de setembro. Já os melhores do tênis de mesa asseguraram vaga direta à etapa nacional, também na capital paulista, de 21 a 26 de novembro.

Confira abaixo os resultados da competição:

Resultados – Atletismo masculino

Resultados – Atletismo feminino

Resultados – Tênis de Mesa

Resultados – Bocha

(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo

Esportes

Coxim se prepara para receber a Copa dos Campeões em quatro modalidades

Serão duas etapas. A primeira terá disputas de basquetebol e futsal, de 29 de junho a 3 de julho

Publicado

on

Coxim será a casa do esporte escolar em Mato Grosso do Sul entre os dias 29 de junho e 8 de julho. O município ajusta os últimos detalhes para receber a Copa dos Campeões, para estudantes-atletas de 15 a 17 anos. O torneio, organizado pelo Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), reúne as melhores equipes do basquetebol, handebol, futsal e voleibol, que participaram dos Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul.

Serão duas etapas. A primeira terá disputas de basquetebol e futsal, de 29 de junho a 3 de julho. Na sequência, de 4 a 8 de julho, acontecerão os jogos de handebol e voleibol. As partidas vão ocorrer nos ginásios Ademir Mochi, Fernando Fontoura, na Fundação Educacional de Coxim (FEC) e na Escola Municipal Marechal Rondon.

Estima-se que cada etapa envolva cerca de 500 pessoas, entre estudantes-atletas e equipe técnica. “É com prazer imenso que levamos a Copa dos Campeões para Coxim que, além de movimentar o esporte, fomenta a economia e o turismo local”, destaca o diretor-presidente da Fundesporte, Silvio Lobo Filho. Ao todo, 10 hotéis vão abrigar as delegações.

Coxim volta a receber uma competição escolar da Fundesporte após quatro anos. “Nós estamos a todo vapor fazendo os últimos ajustes nas quadras. A expectativa é muito grande e estamos muito feliz de receber os jogos. Coxim está de portas abertas para receber as delegações que vêm representar seus municípios”, afirma a gerente de esportes do município, Thaila Borges.

As equipes campeãs da Copa, em cada modalidade, vão representar Mato Grosso do Sul na etapa nacional, os Jogos da Juventude, realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB). O evento, envolvendo todos os estados do país e o Distrito Federal, terá sede em Aracaju (SE), de 1º a 18 de setembro. O formato da competição é por seleções, ou seja, uma mesma equipe pode ser composta por estudantes-atletas de várias instituições de ensino públicas e/ou privadas.

(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2021 Pauta 67