fbpx
Connect with us

Variedades

“Canções Poéticas e Imagens Modernistas” leva música, poesia e artes visuais a escolas municipais da Capital

Com apoio da UFMS e Sectur, projeto será lançado no dia 12 de agosto, em Campo Grande

Publicado

on

As manifestações culturais utilizadas como ferramentas de acesso à educação e cidadania. Este é ponto de partida do projeto Canções Poéticas em Imagens Modernistas, subsidiado pelo FMIC (Fundo Municipal de Investimentos Culturais), com apoio da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo).

A iniciativa gratuita será lançada nesta quinta-feira (12), às 18h, no Teatro Glauce Rocha, em Campo Grande e durante sua realização, promoverá concertos musicais para alunos e professores da REME (Rede Municipal de Ensino), por meio de transmissão pela internet.

Gravadas em cenários históricos da Capital e tombados como patrimônios do município, as apresentações trazem todo o resgate histórico e cultural de uma cidade repleta de memórias. Os locais escolhidos para as gravações foram: a Morada dos Baís (construída em 1908 e tombada pela Prefeitura Municipal em 1986); a Estação Ferroviária (construída entre as décadas de 1920 e 1940 e tombada em 1996 pelo Governo do Estado e em 2009 pela União); a Escola Estadual Maria Constança de Barros Machado (construída em 1953 e tombada pelo Governo do Estado em 1997) e o Museu José Antônio Pereira (construído em 1880 e tombado pela Prefeitura Municipal em 1983).

As apresentações são um show de sensibilidade por meio da música, poesia e artes visuais, com apresentação de canções, exibição de quadros modernistas, poemas e execuções de obras instrumentais.

O projeto conta com os músicos Marcelo Fernandes (violão) e Andressa Chinzarian (canto), com participação de Heitor Lotti (violino), Ana Lúcia Gaborim (canto) e Geraldo Vicente Martins (declamação de poemas).

Segundo o pró-reitor de Extensão, Cultura e Esporte da UFMS, Marcelo Fernandes, a arte é essencial na vida da criança, pois, colabora para o seu desenvolvimento expressivo e para a construção de sua poética pessoal e para o desenvolvimento de sua criatividade.

“Despertar o interesse nos estudantes em conhecer linguagens artísticas com importante relevância histórica é fundamental para ampliar conhecimentos e objetivos, assim como conhecer a história do desenvolvimento do local em que vive é fundamental para aprimorar o sentimento de pertencimento. Por isso, o projeto vai colaborar para a formação da identidade pessoal e social das crianças, tendo a cultura como sua principal base”, detalha o músico participante da iniciativa.

O objetivo seria realizar as atividades presencialmente, para que as crianças pudessem sentir toda a emoção do contato com a história e arte, mas devido a pandemia de Covid-19, o projeto foi alterado para virtual, mas sem perder sua essência e seu objetivo de imersão histórica e cultural nas primeiras décadas do século XX.

“Trata-se de um projeto inovador ao oferecer uma opção cultural sustentável que é a excursão cultural para as escolas oportunizarem aos alunos o contato com um amplo repertório cultural de Campo Grande, com  linguagem histórica de grande relevância da música, literatura e pintura brasileira, além da arte modernista, em prédios históricos de Campo Grande, todos eles tombados por leis, municipal, estadual ou federal, construídos na mesma época da criação das músicas e textos que serão apresentados”, finaliza o pró-reitor. (Com assessoria. Foto: Divulgação)

Serviço:

Lançamento do projeto Canções Poéticas em Imagens Modernistas

Data: 12 de agosto de 2021 (quinta-feira), às 18 horas.

Transmissão ao-vivo pela TV UFMS e pelo Youtube.com/TVUFMS

Continue Lendo
4 Comments

4 Comments

  1. Curso Art Business

    11 de dezembro de 2021 at 14:32

    Sou a Antonia Brito, gostei muito do seu artigo tem muito
    conteúdo de valor, parabéns nota 10.

    Visite meu site lá tem muito conteúdo, que vai lhe ajudar.

  2. Aulas De Violão

    13 de fevereiro de 2022 at 16:18

    Sou a Lorena Nogueira, gostei muito do seu artigo tem
    muito conteúdo de valor, parabéns nota 10.

    Visite meu site lá tem muito conteúdo, que vai lhe ajudar.

  3. Aulas De Artes Visuais

    10 de março de 2022 at 15:25

    Sou a Beatriz Azevedo, e quero parabenizar você pelo seu
    artigo escrito, muito bom vou acompanhar o seus artigos.

    Visite meu site lá tem muito conteúdo, que vai lhe ajudar.

  4. Aulas Aprenda A Cantar

    23 de março de 2022 at 21:17

    Sou a Carolina Ferreira, gostei muito do seu artigo tem
    muito conteúdo de valor, parabéns nota 10.

    Visite meu site lá tem muito conteúdo, que vai lhe ajudar.

Deixe uma resposta

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Variedades

Crianças longe do celular: opções para entreter e ensinar culinária aos pequenos

Confira dicas práticas e divertidas do Fort Atacadista para fazer junto com a garotada

Publicado

on

Com o amplo acesso das crianças às telas da televisão, videogame ou celular muitas delas acabam deixando de lado as experiências de brincadeiras físicas para gastar a energia que eles têm de sobra. Com um pouco de criatividade, é possível tornar os dias mais divertidos e, de quebra, ensinar algo lúdico e produtivo. Uma das saídas é tornar os pequenos verdadeiros mestre-cucas, mostrando a eles o mundo da culinária.

Além de ser um bom passatempo, cozinhar pode ajudar quando o assunto é incentivar a alimentação saudável. Isso porque uma pesquisa feita na Universidade de Alberta, do Canadá, constatou que crianças que cozinham ou mesmo ajudam no preparo dos pratos, acabam se alimentando bem melhor. E de quebra, o contato com o universo da gastronomia vai ensiná-los muito sobre matemática, ao aprender a dosar, pesar e medir, sobre paciência, para cada etapa do prato, e sobre dedicação e empenho em cada etapa.

O colorido dos ingredientes e suas diferentes texturas já é uma grande receita para chamar a atenção da criançada.  Vale lembrar que o contato já pode começar nas compras. Na cozinha, sob supervisão de um adulto, as crianças podem iniciar com receitas mais fáceis e práticas, mas que sejam de pratos de sua preferência para tornar a experiência ainda mais envolvente. Para facilitar, confira abaixo duas das receitas campeãs quando o assunto é agradar o paladar dos pequenos.

Brigadeiro 

Ingredientes

1 lata de leite condensado

3 colheres (sopa) de chocolate em pó

1 colher (sopa) de manteiga

1 xícara (chá) de chocolate granulado

Modo de preparo

Em uma panela adicione o leite condensado, a manteiga e o chocolate em pó. Vá mexendo bem em fogo baixo até que o brigadeiro desgrude da panela. Retire, espere esfriar bem em um recipiente untado com manteiga. Depois, faça bolinhas e cubra com granulado.

Minipizza de calabresa

Ingredientes para a massa:

30g de fermento biológico fresco

1 colher (sobremesa) de sal

1 colher (sobremesa) de açúcar

3 colheres (sopa) de óleo

2 xícaras (chá) de água morna

4 xícaras (chá) de farinha de trigo

Farinha de trigo para enfarinhar

Óleo para untar

Ingredientes para o recheio:

1 xícara (chá) de molho de tomate

2 xícaras (chá) de queijo mussarela ralado

3 xícaras (chá) de calabresa em rodelas

1 cebola em rodelas aferventada e escorrida

20 azeitonas para decorar

Modo de preparo:

Em uma tigela, misture o fermento, o sal e o açúcar até ficar líquido. Depois, acrescente o óleo, a água, vá colocando a farinha aos poucos, sempre mexendo. Sove bem a massa e faça 20 pequenas bolinhas. Cubra levemente com farinha e deixe crescer por 20 minutos ou até dobrar o volume. Abra as massas com um rolo e asse em uma assadeira untada com óleo.

Para montar as minipizzas, pegue a massa pronta, fure com garfo, coloque o molho e leve ao forno, preaquecido, por 8 minutos. Retire do forno, espalhe a muçarela, a calabresa e a cebola e uma azeitona em cada e retorne ao forno pré-aquecido por cerca de 10 minutos, até o queijo derreter.

(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo

Variedades

Receita Saudável: pão integral de micro-ondas

Segundo nutricionista, presença de fibras no pão favorece o controle da insulina no sangue

Publicado

on

Não há nada melhor do que um pão quentinho, ainda mais se for feito em casa. Aos que são fãs deste item indispensável, há receitas práticas e saudáveis, como o pão integral de micro-ondas.

“Uma ótima opção para quem busca substituir o pão branco, pois possui uma absorção lenta pelo organismo. A presença de fibras em sua composição auxilia ainda no bom funcionamento do intestino, além de favorecer o controle da insulina no sangue”, explica Allessyane Cleyti, nutricionista da Unimed Campo Grande.

Confira a receita!

Pão integral de micro-ondas  

Ingredientes 

– 3 colheres de sopa de aveia em flocos finos

– 3 colheres de sopa de farinha de linhaça

– 1 ovo

– 2 colheres de sopa de iogurte natural

– 1 colher de sopa de fermento em pó (bolo)

– Sal a gosto

– Azeite para untar o recipiente


Modo de preparo 

– Adicione no recipiente o ovo e o iogurte natural, e misture

– Junte também a farinha de linhaça e a aveia, e misture

– Adicione o fermento em pó, o sal e misture até ficar homogêneo

– Unte com azeite um recipiente quadrado que possa ir ao micro-ondas

– Distribua a massa de forma homogênea

– Leve para o micro-ondas em potência alta por 2 minutos

 

(Com assessoria. Foto: Divulgação)

Continue Lendo

Variedades

Atividade física na terceira idade: movimentar o corpo garante muitos benefícios

Exercitar-se pode auxiliar na prevenção ou tratamento de muitos males, especialmente nessa fase da vida

Publicado

on

Praticar atividade física traz muitos benefícios para nossa saúde, e isso vale para pessoas de todas as idades. Movimentar o corpo pode auxiliar na prevenção ou tratamento de muitos males, como depressão, diabetes, osteoporose, doenças cardíacas, além de contribuir com a qualidade de vida.

Na terceira idade, em especial, quando a mobilidade e a força muscular ficam comprometidas, praticar exercícios contribui com o equilíbrio, a coordenação motora, o fortalecimento muscular. Além disso, melhora a mobilidade e a flexibilidade articular, o sistema cardiovascular, ajuda a prevenir quedas e ainda gera mais confiança e independência para fazer as atividades do dia a dia.

Coordenadora do Programa de Atenção ao Idoso (PAI) da Unimed Campo Grande, Rafaela Araújo Maia, ressalta a importância da atividade física para os idosos. “O envelhecimento é um processo dinâmico e progressivo o qual pode acarretar restrições da capacidade física e funcional para realização das atividades cotidianas, levando ao comprometimento da independência e autonomia, e a prática regular de exercício físico para o idoso proporciona fortalecimento, minimizando o impacto deste processo, o que é   fundamental para a manutenção da sua saúde e qualidade de vida”.

Rafaela lembra ainda que o PAI é parte do Programa Viver Bem da cooperativa médica, e oferece inúmeras atividades voltadas para este público, desde que esteja cadastrado no programa. “As atividades contemplam a abordagem de temas de educação em saúde, com encontros periódicos ministrados por médicos e por profissionais da equipe multiprofissional, movimento e fortalecimento coordenados por fisioterapeuta e profissional de educação física, socialização e cultura, como dança, pintura, coral, artesanato, etc, em parceria com o Projeto 60 Mais do SESC Cultura”.

E para quem quer iniciar uma atividade nessa fase tão especial da vida, a Unimed Campo Grande dá algumas dicas. Confira!

Caminhada e Corrida   

Caminhar, no mínimo, 30 minutos por dia, ajuda a combater obesidade, melhora a circulação sanguínea, a capacidade cardíaca, a pressão arterial e a respiração e ainda fortalece os músculos. Além disso os dois exercícios são fáceis de executar.

Yoga e Pilates  

As duas modalidades auxiliam na postura, estimulam a flexibilidade e o equilíbrio e ajudam no fortalecimento da musculatura. No caso do yoga, ainda auxilia na saúde mental, tão importante quanto a saúde física.

Musculação e Ginástica  

Ajudam no fortalecimento muscular, no desempenho físico em geral, aumenta a massa magra, contribui para o alívio de dores crônicas e além de influenciar na socialização com outras pessoas.

Natação ou Hidroginástica  

Atividades aquáticas fortalecem os músculos e melhoram os sistemas cardiovascular e respiratório, causam pouco impacto por serem feitos na água, sem contar que acabam sendo também uma diversão.

Dança  

Além de muito prazerosa, a dança permite o exercício de vários grupos musculares e propicia benefícios na agilidade, coordenação motora e equilíbrio. A prática também estimula o convívio social, promovendo a interação com outras pessoas e se refletindo na autoestima do idoso.

Importante lembrar que a orientação de um médico é essencial antes de iniciar qualquer tipo de atividade física, pois permite também um direcionamento para a prática mais segura e eficaz, de acordo com as aptidões de cada idoso.

(Com assessoria. Fotos: Divulgação)

Continue Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2021 Pauta 67